SiG Portal
 
MEIO AMBIENTE
Publicado em: 16/01/2015
 
ISO 50001 - Sistemas de Gestão da Energia
 

Notícias sobre possível racionamento de energia em 2015 devido ao baixo nível de água nos reservatórios tornam-se cada vez mais frequentes no dia a dia do País. Parece que esse velho fantasma volta a assombrar o empresariado trazendo novos temores e velhos desafios. Nesse contexto, a norma ISO 50001, sobre Sistemas de Gestão da Energia, ganha destaque como uma importante arma das organizações contra os desperdícios e a favor de políticas e práticas que aumentem a eficiência energética de suas operações.

 

O Risco de Racionamento de Energia

Um relatório recente do CNPE (Comitê Nacional de Política Energética) elevou o risco de racionamento em 2015 para 5%, que é o risco máximo tolerado. E a depender das chuvas que ocorrerem até o final de abril de 2015 e da demanda por energia, esse índice vai ser recalculado, confirmando ou não se teremos risco de falta de energia e se a ONS (Operador Nacional do Sistema) irá declarar a necessidade de medidas de contenção do consumo, incluindo programas de racionamento de energia.

Mas independentemente de haver ou não racionamento, iniciativas  de controle e gestão da eficiência energética de uma organização são sempre bem vindas. Proporcionam redução de custos, aumento de eficiência e melhoria da imagem corporativa perante os acionistas e a sociedade, evidenciando sua preocupação ecológica e energética – itens cada vez mais caros à sociedade.

 

A Norma ISO 50001

A norma ISO 50001:2011, publicada no Brasil pela ABNT como a norma NBR ISO 50001:2011 – Sistemas de Gestão da Energia – Requisitos com Orientações para Uso, que é de uso voluntário e provê às organizações requisitos e diretrizes para implantar um sistema de gestão eficaz da energia.

Esta norma possibilita benefícios para organizações grandes e pequenas, nos setores público e privado, em manufatura ou serviços, em qualquer região do mundo. A ISO 50001 estabelece uma estrutura para gerenciar energia em plantas industriais e instalações comerciais, institucionais e governamentais. Objetivando ter aplicabilidade em setores inteiros da economia, estima-se que essa norma pode influenciar em até 60% do consumo mundial de energia.

 

 ISO 50001 – Por Que Ela é Importante?

Energia é um fator crítico para operações organizacionais e costuma representar um custo importante, seja qual for a sua atividade. Pode se ter uma ideia disso considerando, por exemplo, a cadeia de fornecimento de um negócio, desde a extração de matéria prima até as atividades finais na outra ponta, como a reciclagem.

Além do custo econômico para as organizações, a energia pode impor custos ambientais e sociais pelo esgotamento de recursos e contribuindo para problemas como a mudança climática. E o desenvolvimento e disseminação de tecnologias com novas fontes de energia ou de energia renovável podem levar anos. Não se pode cruzar os braços diante de tamanhos desafios.

ISO 50001 Imagem      Organizações não podem controlar os preços de energia, as políticas governamentais e a economia global, mas podem melhorar a maneira como gerenciam a energia. Melhorar o desempenho no consumo de energia pode proporcionar às organizações rápidos benefícios, através da maximização do uso de suas fontes de energia e dos ativos relacionados à sua utilização, reduzindo tanto o seu custo como o seu consumo. A organização vai, também, trazer contribuições para a redução do consumo de recursos não renováveis e para a mitigação de problemas globais, como o aquecimento climático.

A ISO 50001 é baseada em um modelo de sistema de gestão que já é entendido e aplicado por organizações do mundo inteiro. Ela pode fazer uma grande diferença para organizações de todos os tipos, em um futuro bem próximo, e dando suporte, ao mesmo tempo, a esforços de longo prazo no desenvolvimento de novas e melhores tecnologias de geração de energia.

autor do texto:

Roberto Coutinho
Diretor da LARC Consult
Engenheiro industrial, Consultor em Sistemas de Gestão da Qualidade, Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional. Especialista em programas de aumento de ganhos e redução de custos operacionais com base no TOC, Lean Manufacturing e 6 Sigmas. Auditor Líder ISO 9001.
E-mail: [email protected]
www.larcconsult.com.br